Veja onde atuam as facções. Aqui no DF temos PCC, PLD (Paz, liberdade e direito) e Comando Vermelho

Meus votos aos empresários que dirigem estes impérios criminosos é que haja alguém com um pouco a mais de massa cinzenta disposto a apaziguar as coisas. Já que agora é de domínio público o “fato” de tais corporações movimentarem bilhões de dólares anualmente em negociações que fazem o senhor White (BreakingBad) se sentir um tolo.
Além do tráfico de drogas entrar em colapso, as matanças provocam uma sensação de ausência total de proteção da integridade física do cidadão comum e sua família. 

Como pessoa comum, só posso deixar documentada minha “ciência” dos fatos, sabendo prontamente que minha opinião em nada pode ajudar e/ou atrapalhar essa revolução desorganizada do crime organizado. 

De qualquer maneira, seguimos, entendendo que a existência de tais organizações funcionando nas fuças do sistema nos mostra um jovem país, despreparado e alheio às chagas que a desigualdade gerou. 
Tem jeito! Vamos. 

Tony Lopes Draper 

#texticulous 

Tony Lopes - Designer, ativista, amante da natureza, ouve rap compulsivamente, viciado em séries e tranquilidade.
admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *